All for Joomla All for Webmasters

Conheça as motos mais legais do Salão Duas Rodas

Você não conseguiu visitar o Salão? Não fique triste, veja as novidades aqui na Revista Moto Escola

De casa nova, agora no São Paulo Expo, a edição 2017 do Salão Duas Rodas surpreendeu pela quantidade e variedade de lançamentos. Da pequena Cub, Honda Biz, passando pela street Yamaha Fazer 250 ABS até a exclusiva superesportiva BMW HP4 Race, os fabricantes apresentaram mais de duas dezenas de novos modelos. 

Conheça alguns dos destaques divididos por categoria, que foram expostos no evento, considerado o maior do setor de motocicletas em toda a América Latina. 

Categoria Street

Na categoria com a maior representatividade no mercado de duas rodas não faltaram lançamentos para estimular as vendas. A Honda mostrou a renovada Biz. Disponível nas versões de 110 e 125cc, a Cub ganhou novo visual, freios combinados, painel digital e tomada 12 V, com preço a partir de R$ 7.590.

Reformulada, Honda Biz 125 ganhou até painel digital

Outro modelo que ganhou um banho de loja foi a Yamaha Fazer 250 ABS. Com desenho moderno, a street da Yamaha traz motor bicombustível de um cilindro e 250 cm³, que produz 21,3 cv de potência. Além disso, quadro, suspensões e freios são novos. O sistema ABS é de série e a moto custa R$ 14.990.

Na categoria street, destaque para a reformulada Yamaha Fazer 250 ABS 2018

Com um aspecto mais radical, a KTM 390 Duke foi uma grata surpresa no salão deste ano. Conectado, o modelo pode até “espelhar” o smartphone. Outros destaques ficam por conta do painel digital e motor mais potente com 44 cv. Suspensão e freios também estão mais eficientes. Para 2018, a Dafra atualizou a Next, que agora passa a ser 300. Conta com motor de 278 cm³, que entrega 27 cv de potência máxima.

Fruto da parceria Dafra SYM, a Next agora tem motor de 300 cc

Custom mais jovem

A categoria custom trouxe diversos lançamentos com foco no público jovem. A Indian Scout Bobber ganhou roupagem retrô, com ciclística rebaixada e pneus mais largos. Aprimorado, o motor “V2”, de 1.133 cc, gera 94 cv de potência máxima. A moto norte-americana custa R$ 49.990. 

Indian apostou nos modelos dark: em primeiro plano a nova Scout Bobber

Usando a mesma base mecânica da linha 500 – motor bicilíndrico de 50 cv –, a Honda trouxe para São Paulo a Rebel. Com muita simplicidade, esta bobber conta com assento único, tanque de combustível de 11,2 litros, guidão largo e o farol redondo. A marca de origem japonesa aproveita o salão para medir o interesse do público neste novo modelo.

A jovial Honda Rebel 500 veio testar a aceitação do público

Já a Harley-Davidson apresentou a família Softail 2018 completamente renovada. Destaque para a chegada do modelo Slim que une o estilo clássico ao tradicional motor V2, neste caso o Milwaukee Eight 107, de 1.750 cc. Esta autêntica custom ganhou novos quadro e suspensões. A invocada H-D tem banco solo e custa R$ 63.900.

Entre as novas Softail da Harley-Davidson destaque para a Slim, com motor V2 de 1750 cc

Clássicas ganham espaço

Além do ar retrô, a Kawasaki Z900 RS traz mecânica atual e boa dose de eletrônica embarcada. Conta com sistema de freios ABS, controle de tração, faróis e lanterna em LED. A impactante clássica nipônica com motor de quatro cilindros e 111 cv só desembarca no Brasil no final do ano que vem.

Kawasaki mostrou a clássica Z 900RS, que só chega às lojas no final de 2018

A Royal Enfield trouxe para o Salão Duas Rodas a linha Classic Redditch Edition, de 500cc, que foram produzidas em homenagem a cidade de fundação da marca na Inglaterra.

Com três cores (azul, verde e vermelha) a Classic Redditch Edition foi novidade da Royal Enfield

Para finalizar em grande estilo, a Honda exibiu a CB 1100 RS. Inspirada nas primeiras CBs da década de 1970, a moto usa motor quatro cilindros em linha, 1.140cc e 90 cv de potência máxima. A charmosa naked japonesa esconde boa dose de tecnologia: iluminação de LED, freios ABS e suspensão traseira com reservatório de gás.

O público gostou da nova CB 1100 RS, mas a Honda ainda não confirmou a vinda do modelo para o Brasil

Scooter é destaque entre as aventureiras

O principal destaque entre as aventureiras no Salão Duas Rodas 2017 não foi uma moto, mas sim um SUV em duas rodas. O Honda X-ADV é misto de scooter e moto aventureira que vai custar R$ 52.500. Criado na Itália, o X-ADV pode rodar no asfalto e na terra com a mesma desenvoltura. O maxiscooter usa o motor de dois cilindros e 750cc da linha NC que é vendida no Brasil. As trocas de marchas podem ser feitas de forma automática (Drive ou Sport) ou manuais, com transmissão de seis velocidades. O X-ADV conta com sistema de freios ABS, suspensão dianteira invertida (upside-down) e computador de bordo.

SUV em duas rodas: misto de scooter e aventureira, Honda X-ADV anda até na terra. Preço é de R$52.500

Já a BMW G 310 GS conta com roda aro 19 na dianteira e suspensões de longo curso. O motor de 313 cm³ e 34 cv a 9.500 rpm com um cilindro invertido é o mesmo da versão street. Montada em Manaus, a “Baby GS” chega no primeiro semestre de 2018.

A mini aventureira G 310GS fez sua estreia no Brasil, mas a BMW ainda não definiu o preço

Apresentada na última edição do Salão de Motos de Milão (ITA), a Triumph Tiger 800 já deu as caras no evento brasileiro. Totalmente reformulada, a aventureira inglesa ganhou melhorias estéticas, mecânicas e eletrônicas. A Tiger 800 até adotou o modo de pilotagem “Off-Road Pro”.

Renovada, Triumph Tiger 800, mostrada em Milão na semana passada, veio ao Salão Duas Rodas

A Suzuki finalmente trouxe para o salão sua renovada linha V-Strom, com motores V2 de 650 e 1000cc em duas versões: standard e XT, esta última mais aventureira com rodas raiadas que podem calçar pneus sem câmara.

Suzuki mostrou a renovada linha V-Strom, que tem motores de 650 e 1000cc

Viagem de primeira classe

Pegar a estrada com conforto de primeira classe é a missão dos modelos touring. Apresentada há duas semanas no Salão de Tóquio, a nova grã-turismo da Honda desembarcou no Salão Duas Rodas em duas versões: GL 1800 Gold Wing e GL 1800 Gold Wing Tour. É a primeira moto do mundo equipada com Apple Car Play, sistema multimídia e tela TFT colorida de 7 polegadas. O pacote tecnológico conta ainda com câmbio DCT de sete marchas e uma nova suspensão dianteira. O motor, também revigorado, tem 1.800 cc divididos em seis cilindros opostos.

Nova Honda Gold Wing 1800 foi um dos destaques da Honda

Já a invocada e torcuda Harley-Davidson Road Glide CVO está equipada com maior motor V2 fabricado pela marca norte-americana, o Milwaukee-Eight 117, de 1.923 cm³ de capacidade e 17 kgf.m de torque. Com 385 quilos, a touring da H-D traz outros diferenciais: roda aro 21 polegadas, sistema de infotainment, com tela LCD, e sistema de som com quatro alto-falantes. Custa R$ 153.300.

A versão CVO da nova Harley-Davidson Road Glide tem motor V2 de quase 2,0 litros

Com pintura em preto fosco, a Indian Chieftain Dark Horse ganhou nova roda dianteira de 19 polegadas e traz um completo sistema de infotainment. A tela é sensível ao toque mesmo com o motociclista usando luvas. No melhor estilo bagger, o modelo está equipado com o motor Thunder Stroke 111, de 16,5 kgf.m de torque, e custa R$ 94.990.

Esportiva de meio milhão de Reais

A BMW HP4 Race ganhou destaque pelo seu preço exorbitante: R$ 490.000, ou quase meio milhão de Reais, vai custar cada uma das cinco unidades que virão ao Brasil. Mas a exclusiva superesportiva, que é fabricada quase que artesanalmente, tem outros atributos, como rodas e quadro em fibra de carbono, pneus slick e motor retrabalhado para gerar 215 cv de potência máxima.

Exclusiva: só virão 5 unidades da BMW HP4 Race, que tem preço sugerido de R$ 490.000

Mas, entre as esportivas ao alcance de meros mortais, destaque para a nova Suzuki GSX-R 1000 que, finalmente, chega ao País. Completamente renovada, a famosa GSX-R tem comando de válvulas variável no motor de quatro cilindros e 202 cv de potência máxima. Além, é claro, de um completo pacote eletrônico. As vendas começam no primeiro trimestre de 2018, mas o preço não foi definido.

Finalmente a Suzuki trouxe a renovada GSX-R 1000: superesportiva tem motor de 201 cv

Por outro lado, a Honda já anunciou os valores da nova CBR 1000RR: R$ 69.900 para a versão ABS e R$ 79.900, a SP, que tem suspensões eletrônica Öhlins, freios Brembo e outros extras. Mais leve e potente, com 192 cv a 13.000 rpm, a Fireblade tem uma das melhores relações peso-potência.

Nova Honda CBR 1000RR chega em duas versões: ABS, por R$ 69.900; e a SP (foto) por R$ 79.900

Para quem não precisa de tanta cavalaria, mas gosta do estilo carenado, a Ducati apresentou a nova SuperSport S, que tem motor de 937 cc que produz 113 cv e tem uma proposta mais sport-touring. Os fãs da Kawasaki vão ter que segurar a ansiedade: a nova Ninja 400, que vai substituir a Ninjinha de 300cc, só chega no final de 2018 com faróis de LED e motor de 45 cv.

Kawasaki confirma que a nova Ninja 400 vai substituir o modelo de 300cc, mas só no final de 2018